Última hora

Última hora

Ministro turco desvaloriza impacto dos protestos na economia

Em leitura:

Ministro turco desvaloriza impacto dos protestos na economia

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro das Finanças da Turquia desvalorizou o impacto económico das manifestações antigovernamentais que ocorreram durante quase todo o mês de Junho.

Numa conferência em Bruxelas, esta quarta-feira, Mehmet Simsek explicou à euronews que a quebra da bolsa na altura, de 10%, se deveu a outros fatores.

“Deve-se ter em conta que as manifestações no Parque Gezi ocorreram no momento em que o Banco Central dos EUA fazia ajustamentos na política monetária. Ao nível da bolsa de valores, houve altos e baixos. Mas as manifestações terão provavelmente um impacto limitado sobre a economia real”, disse o governante.

Mas os protestos, inicialmente por causa dos projetos de construção para o Parque Gezi, em Istambul, foram violentamente reprimidos pela polícia, o que assustou turistas e investidores.

O ministro argumenta que “todas as democracias correm o risco de enfrentar este tipo de contestação. Registaram-se situações semelhantes em Inglaterra, nos EUA e em França. Mas a Turquia foi vítima de uma campanha de desinformação dos media e a reputação do país sofreu um golpe”.

O projeto de um centro comercial para o Parque Gezi foi abandonado, e no local foi replantado um jardim, mas o turismo do país, sexto destino mundial, terá perdido mais de 50 milhões de euros de receita.