Última hora

Última hora

Rajoy exortado a demitir-se

Em leitura:

Rajoy exortado a demitir-se

Tamanho do texto Aa Aa

Espanhóis nas ruas pedem a demissão do primeiro-ministro.

Uma reação após o jornal El Mundo ter publicado documentos que revelam o pagamento de somas ilícitas ao presidente do executivo, Mariano Rajoy, quando era ministro do governo de Aznar.

Num breve comunicado o Partido Popular reiterou que todas as remunerações recebidas pelos funcionários foram sempre feitas de acordo com a lei.

Na rua os argumentos não convencem:

“Estamos numa situação insustentável, limite. Estamos a ser governados por um governo delinqüente, apoiado por uma estrutura criminosa que é o partido e, consequentemente, estamos diante de um sistema corrupto que não aguenta mais.”

“Temos mais de seis milhões de desempregados temos uma enorme fuga de cérebros, temos um excesso de pessoas qualificadas nas universidades que devem emigrar e não podemos mais.”

A presidente do partido do governo na região de Madrid defende a obrigação de uma explicação:

“Se houve irregularidades no financiamento, temos de reconhecer, explicar e apresentar aos cidadãos em toda a sinceridade e com toda a pureza.”

A formação liderada por Mariano Rajoy tem dito que “em todos os momentos, estão à disposição da justiça” e o primeiro-ministro sempre negou ter recebido pagamentos ilegais.