Última hora

Última hora

Canadá: companhia ferroviária reconhece responsabilidade em explosão de comboio

Em leitura:

Canadá: companhia ferroviária reconhece responsabilidade em explosão de comboio

Tamanho do texto Aa Aa

A companhia norte-americana que operava o comboio carregado de petróleo que explodiu na localidade canadiana de Lac-Megántic reconheceu finalmente a responsabilidade no acidente.

Cinco dias depois da tragédia, o presidente da Rail World Incorporated visitou o local. As autoridades canadianas disseram que Edward Burkhardt foi ouvido “no quadro de uma investigação criminal”, sem avançarem outros detalhes.

O presidente da companhia ferroviária admitiu que se tratou de “uma falha nos travões”, reconhecendo que não foram “acionados de forma adequada”, o que “era da responsabilidade” do condutor do comboio.

O empregado da companhia foi suspendido e poderá ser formalmente acusado.

Depois de ter descoberto os corpos de 20 vítimas mortais, a polícia reconheceu que os outros 30 desaparecidos também estarão mortos.

O governo do Quebec desbloqueou uma ajuda imediata de 60 milhões de dólares canadianos – cerca de 44 milhões de euros – para a pequena localidade turística.