Última hora

Última hora

Aeroporto de Heathrow reabriu após incêndio de um Dreamliner

Em leitura:

Aeroporto de Heathrow reabriu após incêndio de um Dreamliner

Tamanho do texto Aa Aa

Já reabriu, o aeroporto de Heathrow, em Londres, que tinha sido encerrado devido ao incêndio de um Boeing 787 Dreamliner, da Ethiopian Airlines.

O fogo, que não provocou feridos já que não havia passageiros a bordo, deflagrou no interior do aparelho cerca das 15h30 e levou ao encerramento do aeroporto mais movimentado da Europa durante quase duas horas.

Desconhecem-se as causas do incêndio, mas a General Electric, que fabrica os motores, já descartou qualquer responsabilidade.

Os Boeing 787 Dreamliner têm sofrido uma série de problemas. Durante quatro meses, todos os aparelhos da frota mundial tiveram de ficar em terra, devido a um sobreaquecimento das baterias.

Este novo incidente provocou uma queda das ações da Boeing, que, em menos de uma hora, perderam mais de 6% do valor.