Última hora

Última hora

Snowden quer asilo temporário na Rússia de olhos postos na América Latina

Em leitura:

Snowden quer asilo temporário na Rússia de olhos postos na América Latina

Tamanho do texto Aa Aa

Os media estavam lá todos mas ninguém pôde filmar Edward Snowden. O ex-consultor da NSA, que divulgou o escândalo das escutas norte-americanas reuniu-se com organizações de defesa dos direitos do Homem, no aeroporto de Moscovo onde continua retido.

Para já, pede ajuda para obter asilo político na Rússia, de olhos postos na América Latina: “Não procuro o enriquecimento pessoal. Não procuro vender segredos norte-americanos. Não fiz acordos com nenhum governo estrangeiro em troca da minha segurança. Peço-vos ajuda para garantir a segurança da minha passagem por diversos países até à América Latina e para conseguir asilo político na Rússia, até que esses países respeitem a lei e me permitam viajar.”

Venezuela, Bolívia e Nicarágua ofereceram asilo a Snowden. A Rússia também, mas impõe-lhe condições.

Os Estados Unidos retiraram-lhe o passaporte. Washington pretende detê-lo e levá-lo a tribunal e está a pressionar os diferentes países para que não o ajudem a viajar.