Última hora

Última hora

Komorowski atingido por ovo depois do apelo à reconciliação

Em leitura:

Komorowski atingido por ovo depois do apelo à reconciliação

Tamanho do texto Aa Aa

O massacre de 100 mil polacos por nacionalistas ucranianos durante a II Guerra Mundial aconteceu há 70 anos.

Uma data assinalada, este domingo, na cidade de Lutsk, no noroeste da Ucrânia e que contou com a presença do chefe de Estado polaco.

A visita de Bronislaw Komorowski serviu para lançar um apelo à reconciliação.

“A violência e a limpeza étnica não podem, em circunstâncias algumas, ser utilizadas para resolver os conflitos entre nações vizinhas e estes métodos não podem ser justificados por razões políticas, religiosas ou económicas.”

“Devemos ensinar as gerações vindouras a respeitar a memória das vítimas” refere uma ucraniana.

“Queremos que os nosso países vivam em paz e harmonia. Somos irmãos, mas os acontecimentos históricos dividiram-nos”, afirma um polaco.

Feridas que nem todos estão dispostos a esquecer. No final da cerimónia, o Presidente polaco foi atingido por um ovo e o autor do arremesso detido.