Última hora

Última hora

Militares e polícias votam no Zimbabué

Em leitura:

Militares e polícias votam no Zimbabué

Tamanho do texto Aa Aa

Polícias e militares já começaram a votar para as eleições gerais no Zimbabué. Os profissionais destacados para o escrutínio agendado para 31 de julho podem exercer o direito de voto até amanhã.

Em 2008, agentes, soldados e guardas prisionais foram obrigados a votar em frente aos superiores hierárquicos. A situação é, hoje, diferente, mas o sentido de voto há muito que é conhecido. A campanha eleitoral pró-Morgan Tsvangirai, atual primeiro-ministro e líder do Movimento da Mudança Democrática foi contestada por Robert Mugabe no poder há 33 anos. O candidato às presidenciais pela União Nacional Africana do Zimbabwe – Frente Patriótica considera que os agentes estão a ser coagidos pelos superiores. Uma acusação já desmentida pela polícia.