Última hora

Última hora

Alto funcionário sírio assassinado no Líbano

Em leitura:

Alto funcionário sírio assassinado no Líbano

Tamanho do texto Aa Aa

Um alto funcionário do regime sírio foi assassinado no sul do Líbano. Este é o primeiro assassinato do género em território libanês, desde o início do conflito sírio.

Mohammad Darrar Jamo foi morto por 20 balas, disparadas por homens armados que penetraram no domicílio do casal, em Sarafand, no sul do Líbano.

Jamo aparecia regularmente na televisão libanesa, como um analista pró-regime de Bashar Al-Assad. Era igualmente diretor na Organização Mundial para os Emigrantes Árabes.

A esposa de Jamo, libanesa, diz que o marido tinha sido contactado, na véspera, pelo partido Baas, no poder, na Síria, que o avisara de um eventual assassinato em preparação.

Segundo a agência noticiosa oficial síria, Jamo foi assassinado por um grupo “terrorista” – terrorista é a palavra utilizada por Damasco para designar os rebeldes que tentam, há mais de dois anos, derrubar o regime de Bashar Al-Assad.

Segundo a ONU, mais de 92.000 pessoas já morreram, na Síria, onde a gravidade da situação ultrapassa a vivida no Ruanda.