Última hora

Última hora

Itália: Expulsão de família de dissidente cazaque abala o país

Em leitura:

Itália: Expulsão de família de dissidente cazaque abala o país

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro do Interior italiano, Angelino Alfano, está a ser pressionado para se demitir, no seguimento do escândalo que envolve a deportação da família de um dissidente cazaque, que tinha pedido asilo político à Itália.

No senado, Alfano anunciou que Giuseppe Procaccini, o seu chefe de gabinete, se tinha demitido após a expulsão da mulher e filha de Mukhtar Ablyazov.

Este caso tem causado polémica nos últimos dias em Itália. A imprensa questiona como a expulsão pode ter ocorrido, sem qualquer líder político ser conhecedor.

Numa entrevista a um jornal, Procaccini afirma ter informado Alfano da deportação.

Em 29 de maio, a polícia invadiu a casa de Alma Chalabaïeva, perto de Roma, em busca do marido. Como não foi encontrado, detiveram-na e à filha, sob a acusação de serem detentoras de passaportes falsos.

Dois dias depois foram enviadas para o Cazaquistão sem terem tido a oportunidade de apresentar um recurso contra a expulsão ou pedir asilo político, tal como previsto nas leis italianas e europeias.