Última hora

Última hora

Búlgaros continuam nas ruas em defesa de valores morais

Em leitura:

Búlgaros continuam nas ruas em defesa de valores morais

Tamanho do texto Aa Aa

E já lá vão 35! Trinta e cinco dias em que os búlgaros saem para as ruas, para exigirem a demissão de um governo eleito apenas em maio.

Milhares de pessoas tentam impedir o acesso ao parlamento. Acusam o executivo de corrupção e de comportamento oligárquico, depois de terem derrubado o anterior governo por motivos económicos.

“Isto não existe! Não só tenho a sensação de viver num Estado policial, como também tenho a sensação de que é um Estado que se está nas tintas para o povo”, exaspera-se um manifestante. Outro explica: “Estamos aqui porque temos de bloquear Sofia. Vamos todos para a rua, hoje, porque temos de bloquear Sofia. Hoje é o Dia de Levski. Hoje é o dia da mudança.”

De facto, esta quinta-feira, a Bulgária comemora os 176 anos do nascimento de Vasil Levski, o herói nacional e Apóstolo da Liberdade.

No país mais pobre da União Europeia, os manifestantes garantem não protestar por causa dos salários ou das reformas, mas, sim, em defesa de valores morais.