Última hora

Última hora

Dia de Mandela celebrado por todo o Mundo

Em leitura:

Dia de Mandela celebrado por todo o Mundo

Tamanho do texto Aa Aa

Nelson Mandela celebra esta quinta-feira 95 anos. Desde 2010, por indicação das Nações unidas (ONU), que 18 de julho passou a ser o Dia de Nelson Mandela. Um pouco por todo o Mundo vão ouvir-se os parabéns ao popular Madiba, o homem que lutou com todas as forças contra o Apartheid e que mudou para sempre a face da África do Sul.

Em Lisboa, o Rossio vai transformar-se por um dia na Praça Nelson Mandela e será palco de um tributo ao Nobel da Paz, com a participação da Academia Ubuntu, projeto de apoio a jovens provenientes de contextos de exclusão social. No local, estarão em exposição cartazes alusivos ao tributo de Mandela para a humanidade. Pelas 09h30 é desterrada uma placa comemorativa, seguindo-se depois um momento da responsabilidade da Orquestra Todos. Irá proceder-se ainda ao lançamento de 67 balões, que simbolizam “67 gestos por um mundo melhor”, o lema de uma iniciativa inspirada nos “67 anos” que Mandela deu da sua vida “pelos direitos da Humanidade” e que passa pelo apelo a que cada pessoa disponibilize “67 minutos do seu tempo a apoiar uma organização de caridade” à escolha “ou servindo a comunidade local”, lê-se numa mensagem da Academia Ubuntu.

Em Nova Iorque, a ONU promove uma reunião informal da assembleia geral, a qual terá como oradores o antigo presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, o reverendo Jesse Jackson, conhecido ativista pelos direitos do Homem, e ainda Andrew Mlangeni, amigo próximo de Mandela.

Uma exposição com noventa e cinco pinturas, cada uma referente a um ano na vida de Nelson Mandela, está patente em Pretória, na África do Sul, onde, por todo o país, se realizarão centenas de manifestações de homenagem ao principal rosto da vitória sobre o Apartheid. Logo pela manhã, um coro de crianças irá cantar os parabéns a Mandela. Uma sondagem revelada quarta-feira indicou que 89 por cento dos jovens sul-africanos pretendem de alguma forma participar nas celebrações dos 95 anos do Nobel da Paz.

Nelson Mandela, por sua vez, irá festejar o aniversário na clínica privada, em Pretória, onde se encontra internado desde 8 de junho devido a uma infeção pulmonar, mas, para já, “plenamente consciente”. Numa entrevista à AFP, Zindziswa, uma das filhas revelou que, quando o visitou na terça-feira, “Mandela estava a ver televisão com os auriculares, sorriu e ergueu a mão”. A família do antigo líder sul-africano tem planeado almoçar esta quinta-feira com o ilustre aniversariante. Swati Dlamini e Zaziwe Dlamini-Manaway, netas de Mandela, revelaram que a celebração familiar deverá incluir 95 cupckaes. As duas, por fim, aproveitaram a ocasião para lançar, na véspera do aniversário do avô, uma nova linha de camisolas com as palavras “Legend” (lenda), “Revolutionary” (Revolucionário) e “Long walk to Freedom” (“Um longo Caminho para a Liberdade”, o título da biografia de Mandela).