Última hora

Última hora

Governo grego proíbe manifestações

Em leitura:

Governo grego proíbe manifestações

Tamanho do texto Aa Aa

Pela primeira vez, desde o início da crise da dívida na Zona Euro, o ministro alemão das finanças está em Atenas.

Depois de elogiar os esforços do país, para consolidar as suas Finanças, Wolfgang Schaeuble, continua a descartar qualquer nova
reestruturação da dívida grega.

“Gostaria de pedir a todos que não continuem com esta discussão sobre um novo plano. Isso não é do vosso interesse. Nós acordámos, ambos, o segundo programa para a Grécia e digo-vos que foi difícil consegui-lo”, afirmou o ministro.

As medidas de segurança, para esta visita, são das mais apertadas. Estão proibidas manifestações o que inclui mais de três pessoas juntas. A polícia de choque patrulha as ruas desertas. Foram destacados cerca de 3.500 efetivos.

Para o deputado do Syriza, Panagiotis Lafazanis há questões que precisam ser respondidas:

“Quem é o Sr. Schaeuble para que os cidadãos gregos não possam protestar por causa da sua presença e das suas políticas em relação à Grécia? Que tipo de regime é este? Fecharam todo o centro de Atenas e até mesmo o anel rodoviário do aeroporto para que o Sr. Schaeuble não ouvisse as pessoas a manifestarem-se.”

Esta é uma visita que acontece após a votação, pelo Parlamento
Grego, de um novo pacote de medidas para reduzir os gastos
público. Na última noite as manifestações voltaram às ruas de Atenas.