Última hora

Última hora

Austrália desvia imigrantes para a Papua-Nova Guiné

Em leitura:

Austrália desvia imigrantes para a Papua-Nova Guiné

Tamanho do texto Aa Aa

Os candidatos à imigração e a asilo político que chegarem à Austrália por mar vão passar a ser desviados para a Papua-Nova Guiné.

O governo australiano de Kevin Rudd assinou um acordo com este país, para tentar parar o fluxo de imigrantes vindos da Indonésia, que tem vindo a aumentar. A Papua passa a receber os refugiados no centro de detenção de Manus e e será ela, e não a Austrália, a tratar o pedido de asilo. A Austrália financia a expansão do centro, que passa a poder acolher 3000 pessoas.

A Indonésia é, em grande medida, uma placa giratória para refugiados iranianos que tentam chegar à Austrália.

Só este ano, mais de 15 mil refugiados chegaram à Austrália por mar, na maioria em barcos sem condições. A ilha do Natal vive um drama semelhante ao de Lampedusa, em Itália, com um fluxo cada vez maior de imigrantes.

A Amnistia Internacional já condenou a medida, que muitos veem como populista, a poucas semanas das eleições.