Última hora

Última hora

Marrocos: Que rumo para a educação?

Em leitura:

Marrocos: Que rumo para a educação?

Tamanho do texto Aa Aa

Marrocos tem problemas com níveis de analfabetismo elevados, uma taxa reduzida de participação das mulheres e barreiras linguísticas. Vamos analisar a situação do país, nesta edição de Learning World.

Frustrados com as elevadas taxas de desemprego, os jovens marroquinos saíram à rua para pedir uma reforma da educação. Quais são os problemas? Como é que algumas universidades estão a ajudar os jovens licenciados a conseguir um emprego? Falámos com alguns estudantes.

Em qualquer sociedade multilingue, a língua pode ser uma barreira e aqui é um tema particularmente sensível. O governo lançou um plano para enfrentar o problema e o país tem agora duas línguas oficiais: o árabe e o berbere (amazigh).

Apesar dos esforços para defender os direitos das mulheres, a iliteracia feminina e a elevada taxa de abandono escolar são, talvez, os problemas mais graves do sistema de educação marroquino. A pressão social e a pobreza também contribuem, mas para muitas raparigas nas zonas rurais, as escolas são demasiado longe. Uma ONG está a tentar ajudar.