Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

No Egito, começou o processo de revisão constitucional, ao mesmo tempo que os novos governantes recebem a bênção do rei Abdullah II da Jordânia. É a primeira visita de um chefe de Estado estrangeiro desde o golpe que derrubou o presidente Mohamed Morsi, no início deste mês.

O novo presidente egípcio publicou o decreto em que pede ao grupo de 10 peritos que comece a rever a constituição, suspensa desde o golpe.

Os apoiantes da Irmandade Muçulmana e do presidente continuam a manifestar-se todos os dias nas ruas do Cairo e pedem o restabelecimento do que dizem ser a legalidade democrática. Morsi chegou à presidência depois das primeiras eleições livres no país em várias décadas.

O novo projeto de constituição vai ser alvo de um referendo. O processo de aprovação deve demorar quatro meses e só depois haverá novas eleições.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre