Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

Pelo menos 60 pessoas morreram e 190 ficaram feridas, na última noite, no Iraque após uma série atentados contra alvos xiitas.

Os ataques, ainda, não foram reivindicados.

A explosão de 10 carros armadilhados semeou o caos em várias cidades do país. Bagdad foi uma das mais castigadas. Na capital, uma das bombas foi colocada numa movimentada zona comercial.

Os ataques, deste sábado, considerados os mais sangrentos desde o início do Ramadão aumentam para mais de 500 o número de mortos, no Iraque, em menos de um mês.

Os analistas justificam a atual situação com o descontentamento da minoria sunita face ao governo xiita e temem que a violência sectária volte a deixar o país à beira da guerra civil.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre