Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

A comunidade negra dos EUA mobilizada após a absolvição do homem que matou Trayvon Martin mas que a justiça absolveu.

Várias manifestações tiveram em Nova Iorque para pedir justiça, alguma delas a presneça superstars Beyonce e Jay Z.

O Reverendo Al Sharpton, ativista dos direitos civis acompanhou os pais do adolescente morto.

“Não deveria haver uma lei que significa que, se você acha que está sob ameaça tem o direito de matar alguém. Essa lei fere os negros, brancos, latinos, asiáticos . Isto não é apenas uma coisa de preto, isto é uma coisa humana. “

São milhares de manifestantes, determinados, a homenagear Martin Trayvon uma semana após a absolvição do assassino e exigindo “justiça e equidade”.

“Temos que estar presentes, temos que estar atentos, e temos que tomar medidas, positivas, absolutamente não-violentas agir para fazer com que o mundo funcione todos”

“Se mantivermos a ação e continuarmos a fazer comícios e a exprimir a nossa opinião acredito que eles vão ouvir-nos, especialmente neste caso por isso não podemos desistir.”

Trayvon Martin, jovem negro de 17 anos foi morto em fevereiro de 2012. O seu assassino, George Zimmerman, alegou ter exercido o direito à auto-defesa e foi absolvido por um júri na Flórida .

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre