Última hora

Última hora

Bruce Lee morreu há 40 anos

Em leitura:

Bruce Lee morreu há 40 anos

Tamanho do texto Aa Aa

Uma multidão de fãs reuniu-se em Hong Kong para prestar homenagem a Bruce Lee. A cerimónia teve lugar no sábado e assinala os quarentas anos da morte da estrela do kung Fu.

“Bruce Lee combinava uma cara bonita, um corpo forte e uma forma de combate heroica. Quando era criança queria ser como ele. A vida dele inspirou-me muito”, conta Wong Yiu-Keung, presidente do clube Bruce Lee.

O pai de Bruce Lee era um cantor de ópera famoso. Graças à proximidade com o mundo das artes, Lee deu os primeiros passos no cinema muito cedo. Aos 18 anos já tinha feito vinte filmes. O filme mais famoso do ator, “O Dragão ataca”, estreou três semanas após a sua morte em 1973.
Lee tinha 32 anos.

Além das celebrações do último fim de semana, o clube de fãs organizou, em Hong Kong, uma exposição com centenas de objetos oriundos da Fundação Bruce Lee. A instituição é gerida por Shanon Lee, filha do ator.

“As minhas memórias mais fortes têm a ver com os sentimentos que ele despertava. Ele tinha uma energia contagiante quando estava connosco, era algo muito poderoso. Era uma pessoa muito amorosa e divertida. Claro que também era bastante severo como pai mas sempre com gentileza e amor”, refere Shanon Lee.

Uma grande parte da fama da estrela das artes marciais foi póstuma, mas o caminho percorrido por Bruce Lee inspirou novas gerações de atores como Jackie Chan e ajudou a quebrar barreiras à entrada de atores asiáticos em Holywood.