Última hora

Última hora

Brasil: fiéis entusiastas recebem Papa Francisco

Em leitura:

Brasil: fiéis entusiastas recebem Papa Francisco

Tamanho do texto Aa Aa

Recebido no Rio de Janeiro, por uma multidão entusiasta, na primeira viagem internacional, dedicada à juventude, o Papa Francisco trazia também na bagagem uma forte mensagem contra a exclusão social e as desigualdades.

No avião, na viagem que o levou ao Brasil, o Papa explicou aos 70 jornalistas que o acompanhavam, o significado da sua viagem:

“Corremos o risco de ter uma geração que não tem trabalho e a dignidade de uma pessoa vem com o trabalho, que é o seu ganha-pão. A juventude está em crise”.

O Santo Padre é o portador de um evangelho social, em sintonia com os líderes de um país que conseguiu tirar da pobreza 27,9 milhões de pessoas, desde 2003.

Muito criticada nas últimas semanas, a presidente Dilma Rousseff, “oferece a outra face” aos milhares de manifestantes que têm protestado nas últimas semanas:

“Sabemos que podemos encarar novos desafios e tornar a nossa realidade cada vez melhor. Esse foi o sentimento que moveu, por exemplo, nas últimas semanas, centenas de milhares de jovens para as ruas.”.

Apesar de haver quem denuncie o custo da visita do Papa, a ser pago pelos contribuintes, mais de 40 milhões de euros, para a maioria dos jovens esta é a ocasião ideal para fazer ouvir as suas reivindicações:

“Tudo bem ter o Papa aqui, mas as pessoas querem aproveitar o facto da imprensa estrangeira estar aqui para falar das outras coisas que temos vindo a reivindicar há vários meses”, explicou uma jovem.

A situação que despoletou as maiores manifestações no país, em duas décadas, foi o anunciado aumento dos preços dos transportes, em junho. Na altura, mais de um milhão de pessoas saiu para as ruas de uma centena de cidades.

Apesar da contestação, o Brasil passou a sexta maior potência económica mundial, ainda que com corrupção em larga escala, serviços e transportes públicos e infraestruturas muito precários. Apesar disso, o país recebe o Mundial de Futebol e os Jogos Olímpicos, enquanto gasta 20 mil milhões de euros.