Última hora

Última hora

O fim do doping

Em leitura:

O fim do doping

Tamanho do texto Aa Aa

Os escândalos que se têm sucedido nos últimos anos não deixam margem para dúvidas: o doping é uma verdadeira praga no desporto profissional. Não há modalidade que esteja imune e mesmo os mais insuspeitos ídolos podem cair em desgraça.

No entanto, tal como os métodos para melhorar o rendimento têm evoluído ao longo dos tempos, também os métodos para detetar substâncias ilegais estão cada vez mais sofisticados.

Na Suíça, um grupo de cientistas desenhou um chip que pode colocar um ponto final à utilização de doping e para já as instâncias desportivas do país estão impressionadas, prevendo a sua utilização dentro de dez anos.

Colocado debaixo da pele, o chip tem capacidade para avaliar de forma contínua os processos metabólicos e detetar qualquer alteração nos níveis naturais do desportista. Um trabalho que se encontra ainda em fase embrionária mas sem dúvida prometedor.

Contudo a prioridade atual relega o desporto para segundo plano e passa por utilizar a tecnologia para monitorizar os doentes que se submetem a quimioterapias.