Última hora

Última hora

Egito: Presidente deposto acusado de vários crimes

Em leitura:

Egito: Presidente deposto acusado de vários crimes

Tamanho do texto Aa Aa

Mohammed Morsi foi acusado de vários crimes por um tribunal do Cairo esta sexta-feira. Em particular, o presidente do Egito deposto no dia 3 de julho é suspeito de cumplicidade com o Hamas, numa série de ataques mortais imputados à organização palestiniana, e é incriminado por fugir da prisão onde estava detido, no início de 2011. A Irmandade Muçulmana refuta a acusação e denuncia o regresso do regime Mubarak. A decisão do tribunal foi conhecida no dia em que milhares de pessoas saem às ruas em apoio aos militares ou em protesto contra a sua ação, como explica o correspondente da euronews no Cairo, Mohammed Shaikhibrahim:

“Um dia novo e decisivo na vida política do Egito, depois do Exército apelar ao povo para manifestar o apoio ao uso legítimo da força pelos militares. Muitos egípcios veem este apelo como necessário para concluir o que chamam de Segunda Revolução. Outros consideram o apelo como um reforço do que designam por golpe de Estado e o início de operações de segurança legitimadas pela população.”