Última hora

Última hora

Espanha: identificada a maioria das vítimas de acidente ferroviário

Em leitura:

Espanha: identificada a maioria das vítimas de acidente ferroviário

Tamanho do texto Aa Aa

Espanha está de luto. O acidente ferroviário desta quarta-feira levou ao cancelamento das festividades em Santiago de Compostela. A missa de domingo mantém-se, este ano, para lembrar as vítimas da tragédia. O último balanço aponta para 80 mortos. Dezenas de pessoas continuam hospitalizadas, muitas em estado grave.

“É muito triste. Espero que nenhum dos meus amigos estivesse no comboio. Muitos partiram de Madrid nesse dia, mas apanharam diferentes composições. É realmente muito triste” afirma um sueco.

“Estou chocada. Havia tanta a gente nessa viagem a caminho de Compostela. Podemos dizer que foram chamadas por uma voz superior “ adianta uma italiana.

Uma das crianças em que se encontrava em estado crítico abandonou, entretanto, o hospital.

A maioria das vítimas já foi identificada e não há, até ao momento, registo de qualquer cidadão português.

O acidente ocorreu na véspera das tradicionais festas de Santiago de Compostela quando o comboio de alta velocidade fazia a ligação entre Madrid e Ferrol, a cerca de três quilómetros do destino final.

A circulação ferroviária suspensa, desde então, foi retomada parcialmente esta manhã.

Euronews: “Com a remoção dos destroços do comboio e a reabertura de uma das linhas aguarda-se, agora, pelo regresso à normalidade. No entanto, e no lugar da tragédia há uma dúvida que subsiste: o que levou o comboio a embater na curva a tamanha velocidade.”