Última hora

Última hora

Multidão em Copacabana para ver o Papa

Em leitura:

Multidão em Copacabana para ver o Papa

Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Francisco foi recebido por 800.000 peregrinos na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro.

Nem a chuva, nem o frio, pouco habitual nestas paragens, fizeram arredar pé quem quis ver e ouvir o Papa. Isto embora as previsões apontassem inicialmente para um milhão e meio de fiéis.

Esta não foi a última aparição na famosa praia carioca. A vigília de sábado e a missa campal de domingo, inseridas nas Jornadas Mundiais da Juventude, foram também transferidas para Copacabana, já que o mau tempo tornou o recinto inicialmente previsto, o Campo da Fé, impraticável.

Esta quinta-feira foi também dia de visita à favela da Varginha.

Aquele que é conhecido como o “Papa dos pobres” fez questão em visitar este local, devastado não só pela pobreza, como também pela violência e pelo tráfico de droga.

Francisco entrou numa das casas da favela e passou cerca de dez minutos com uma família. A favela de Varginha pertence aos Manguinhos, um conjunto de bairros onde vivem cerca de 35.000 pessoas, a que os cariocas chamam “Faixa de Gaza”, por causa da violência.

Estima-se que 11 milhões de brasileiros vivam nestas condições.