Última hora

Última hora

Putin: oração solene e agenda política em Kiev

Em leitura:

Putin: oração solene e agenda política em Kiev

Tamanho do texto Aa Aa

A celebração do 1025º aniversário do batismo do Principado de Kiev e da introdução ao Cristianismo justificou a visita de Vladimir Putin a Kiev. O presidente russo, acompanhado pelo Patriarca Kirill participou na oração solene na colina de São Vladimir. Putin acredita que esta data é ideal para recordar o que une os dois países sendo também uma oportunidade para discutir questões prementes, tais como a política de segurança.

Voxpop: “Para mim não é um evento político, mas histórico, fortemente ligado ao nosso país.”

Mas nem toda a gente ficou feliz com a visita de Putin. O partido ultra-nacionalista Svoboda levantou uma onda de protesto.

Andriy Illienko, partido “Svoboda”: “Não concordamos com a posição de Putin, ele disse uma vez que a Ucrânia nem sequer é um estado. Não queremos que arraste a Ucrânia para outro projeto imperialista, que é União Aduaneira. É exatamente por isso que ele veio a Kyev”.

Angelina Kariakina, euronews: “A celebração do 1025º aniversário da cristianização de Kiev tornou-se numa boa oportunidade para os presidentes russo e ucraniano discutirem questões chave nas relações entre ambos os estados, pessoalmente. Porém, a intriga principal é a linha ténue entre a cooperação e a integração com a Rússia.”