Última hora

Última hora

Três milhões no adeus ao Papa Francisco

Em leitura:

Três milhões no adeus ao Papa Francisco

Tamanho do texto Aa Aa

A praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, tornou-se pequena para acolher todos os que quiseram despedir-se do Papa Francisco.

A Jornada Mundial da Juventude terminou, este domingo,
com uma missa e apelos aos que têm nas mãos o poder de mudar o mundo.

A Igreja Católica, também, atravessa um período de mudança que começou João Paulo II e que parece ter atingido o auge com Francisco. O argentino pode ter inaugurado a chamada era da bergolização e ninguém quer ficar de fora.

Um ambiente de festa onde terão marcado presença três milhões de jovem de cerca de 200 países e foi aos mais jovens que o Papa lançou um desafio:

“A Igreja precisa de vós, do vosso entusiasmo, da vossa criatividade e da alegria que vos caracteriza. Quero apenas dizer estas palavras: Ide sem medo para servir.”

Carismático e direto, Francisco aproveitou a primeira visita ao Brasil para lembrar aos políticos que os mandatos não se constroem com o poder nem com a dominação.

Antes de partir para Roma, Papa vai ainda encontra-se com os voluntários que ajudaram a organizar o evento. Francisco chega a Itália esta segunda-feira, às 11h30, hora local.

As próximas Jornadas da Juventude em 2016 vão realizar-se em Cracóvia, na Polónia.