Última hora

Última hora

Egito: islamitas desafiam exército com marcha sobre quartel militar no Cairo

Em leitura:

Egito: islamitas desafiam exército com marcha sobre quartel militar no Cairo

Tamanho do texto Aa Aa

Os islamitas voltam a desafiar o exército egípcio, com uma marcha de protesto sobre o quartel-general dos serviços de inteligência militar no Cairo.

Milhares de apoiantes do presidente deposto Mohamed Morsi partiram, esta noite, da mesquita de Rabaa al-Adawiya, o epicentro da revolta da irmandade muçulmana, com destino à instalação militar, apesar das forças armadas terem proibido todos os protestos de rua.

A manifestação ocorre depois de novos confrontos com a polícia terem provocado 72 mortos, durante uma marcha pró-Morsi no Cairo, no sábado.

Os manifestantes exigem o regresso ao poder do presidente deposto, rejeitando qualquer diálogo com os militares que ameaçam desmantelar à força dois acampamentos dos islamitas no Cairo.

O braço de ferro entre os dois campos aprofunda-se nas últimas horas depois dos militares terem ordenado a detenção dos líderes de um partido islamita moderado e quando mais de 70 militantes da Irmandade Muçulmana permanecem detidos.

A responsável diplomática da União Europeia, Catherine Ashton aterrou, esta noite, no Cairo, para voltar a tentar uma mediação entre os dois campos, defendendo uma, “transição política inclusiva”, assim como a libertação de Mohamed Morsi.