Última hora

Em leitura:

Tensão na Tunísia: Parceiros de coligação pedem dissolução da Assembleia Nacional


Tunísia

Tensão na Tunísia: Parceiros de coligação pedem dissolução da Assembleia Nacional

Na Tunísia, os parceiros de coligação do partido Ennahda anunciaram que pediram a dissolução da Assembleia Nacional e a realização de novas eleições. Este tomada de posição do Ettakatol surge depois do homicídio do deputado da oposição Mohamed Brahmi e dos protestos dos últimos dias.
Este domingo mais de 10 mil tunisinos concentraram-se na praça de Bardo, em Tunes, em frente à Assembleia Nacional, em acções pró e contra o governo.

Do lado que oposição, na manifestação participaram cerca de cinco mil pessoas, incluíndo deputados e dirigentes partidários, que pedia a demissão do executivo. Um dos manifestantes garantia que o objetivo era “enviar uma mensagem ao governo, pedimos a todos os tunisinos qe defendam a democracia e a liberdade. Pedimos a todos que se juntem a nós na praça de Bardo, é aqui que o futuro do nosso país começa.”

Já esta madrugada, a polícia disparou gás lacrimogéneo, quando manifestantes começaram a atirar pedras uns contra os outros.
As autoridades acabaram por fechar a praça Bardo para evitar mais protestos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Espanha presta tributo às vítimas do descarrilamento de Santiago de Compostela