Última hora

Última hora

Informador da WikiLeaks culpado de espionagem mas não de "conluio com o inimigo"

Em leitura:

Informador da WikiLeaks culpado de espionagem mas não de "conluio com o inimigo"

Tamanho do texto Aa Aa

Bradley Manning foi considerado culpado ao abrigo da Lei de Espionagem dos Estados Unidos, mas acabou por ser absolvido da acusação mais grave, a de “conluio com o inimigo”.

O soldado que transmitiu milhares de documentos secretos ao portal WikiLeaks foi considerado culpado de 19 das 20 acusações que enfrentava no Tribunal Marcial reunido em Forte Meade. Manning incorre numa pena que pode chegar aos 154 anos de prisão. A sentença será conhecida nos próximos dias, mas os defensores dos direitos cívicos, falam já num “precedente assustador” para a democracia.