Última hora

Última hora

Itália: autocarro circulou 2 km fora de controlo antes de se despistar de viaduto

Em leitura:

Itália: autocarro circulou 2 km fora de controlo antes de se despistar de viaduto

Tamanho do texto Aa Aa

Uma falha no sistema de travagem estará na origem do acidente de autocarro que provocou 38 mortos, na noite de domingo, numa autoestrada do sul de Itália.

O inquérito ao sinistro coincide, esta terça-feira, com os funerais das vítimas, na cidade de Pozzuoli, nos arredores de Nápoles.

Cerca de 20 pessoas permanecem hospitalizadas, uma das quais em estado grave, após terem sobrevivido a uma queda de 30 metros, depois do autocarro se ter despistado de um viaduto.

Uma sobrevivente conta: “Eu acho que foi uma das rodas que saltou e depois vi várias faíscas e chamas dentro do autocarro que não conseguia travar. Ia muito depressa e não conseguia parar e depois veio a queda”.

Segundo as primeiras conclusões, o veículo teria ficado fora de controlo a cerca de dois quilómetros do local do acidente.

A polícia recuperou várias peças da carroçaria do autocarro e do sistema de transmissão, ao longo de várias centenas de metros, que provam que o condutor teria tentado diminuir a velocidade, encostando o veículo às barreiras de segurança da autoestrada.

Uma falha nos travões é para já a tese privilegiada, quando os investigadores não excluem a eventual responsabilidade do condutor falecido ou mesmo da concessionária da autoestrada onde ocorreu o sinistro.