Última hora

Última hora

17,4% em junho: Desemprego recua em Portugal pelo segundo mês consecutivo

Em leitura:

17,4% em junho: Desemprego recua em Portugal pelo segundo mês consecutivo

Tamanho do texto Aa Aa

O desemprego em Portugal caiu pelo segundo mês consecutivo depois do máximo de 17,8% registado em abril. Segundo o Eurostat, a taxa de desemprego desceu em junho 0,2 pontos percentuais para 17,4%, mas em termos homólogos continua quase 2% acima dos 15,8% registados um ano antes.

Apesar da queda, Portugal continua a ter a terceira taxa de desemprego mais elevada da União Europeia, atrás da Grécia e de Espanha.

Na zona euro, pela primeira vez desde abril de 2011, houve uma queda no número de desempregados, mas as 24 mil pessoas a menos sem trabalho não chegaram para mexer na taxa de desemprego que se manteve em junho nos 12,1% entre os países da moeda única pelo quarto mês consecutivo, bem acima dos 7,3% registados em junho de 2008.

Se o ligeiríssimo recuo do desemprego dá um sinal de esperança em relação a uma eventual recuperação da economia do bloco lá mais para o final do ano, a quebra do consumo em junho nos gigantes Alemanha, França e Espanha não dá azo a qualquer celebração antecipada. O facto de a inflação se manter estável em 1,6% deixa margem de manobra ao Banco Central Europeu para atuar se a retoma continuar a não surgir.

Conhecidos os dados, a Comissão Europeia considerou “inaceitável” e “terrivelmente” elevada, a taxa de desemprego na Europa e pediu aos Estados-membros reformas para inverter a situação.