Última hora

Última hora

Alemanha Ocidental organizou pesquisas sobre doping nos anos 70

Em leitura:

Alemanha Ocidental organizou pesquisas sobre doping nos anos 70

Tamanho do texto Aa Aa

A dopagem na Alemanha não se limitava à Alemanha de Leste. Havia também pesquisas na área dos produtos dopantes na Alemanha Ocidental que foram financiadas pelo Estado, a partir do início dos anos 70. É o que diz um relatório de 800 páginas publicado agora por investigadores alemães, de que o Suddeutsche Zeitung publicou alguns extratos.

“O Estado alemão financiou pesquisas que podem ter sido usadas para o doping e isso foi aceite pelas várias associações desportivas da Alemanha. Foi o que descobrimos e tudo isso pode ser provado”, diz Giselher Spitzer, da Universidade de Humboldt, um dos autores do estudo.

Os investigadores acreditam que, tal como aconteceu na ex-RDA, também no Ocidente os políticos tentaram promover o doping para melhorar o desempenho dos atletas nas provas internacionais.

“Houve pesquisas, feitas por médicos, pagas pelo Estado com o dinheiro dos contribuintes, mas não foram encomendadas pelo governo”, diz Michael Vesper, diretor-geral da Confederação Alemã de Desportos Olímpicos.

Estas pesquisas terão incluído o uso de anabolizantes e de substâncias que ficariam conhecidas mais tarde, como a EPO.

Segundo o relatório, um ex-ministro do Interior terá dito que os atletas do Ocidente precisavam de ter as mesmas condições que os do Leste.

Os casos de dopagem organizada pelo Estado, na RDA, ficaram tristemente famosos.