Última hora

Última hora

Turquia: Início do caso Ergenekon

Em leitura:

Turquia: Início do caso Ergenekon

Tamanho do texto Aa Aa

Na Turquia, ao fim de quase cinco anos, serão anunciadas segunda-feira as sentenças dos quase 300 acusados do “caso Ergenekon”.

Segundo a acusação, “Ergenekon” é uma rede terrorista que integra a aliança secreta “Estado Profundo”, e que tem por fim aniquilar elementos da elite cultural e política da Turquia, semear o caos e derrubar o governo de Recep Tayyip Erdogan.

Hande Ozhabes, analista da Fundação Turca de Estudos Económicos e Sociais, avança alguns detalhes sobre o caso.

“Na Turquia, a impunidade dos servidores do Estado, particularmente das forças de segurança tornou-se norma. Especialmente nos assassinatos políticos – pessoas que desapareciam depois de terem sido presas.
Em vista disto, o julgamento do “Caso Ergenekon” pode ser visto como a primeira tentativa de levar a tribunal crimes cometidos pelo Estado e a violação de direitos humanos por partes destes agentes”, explicou.

Contudo, recentemente realizaram-se manifestações em defesa de Ergenekon, e há quem acuse o governo de aproveitar este caso para eliminar oponentes políticos.

Entre os acusados de planear um golpe de estado, encontram-se o general Ilker Basbug, antigo Chefe do Estado-maior do Exército, ex-deputados, professores universitários e jornalistas.