Última hora

Última hora

Caxemira: Paquistão nega envolvimento no ataque a soldados indianos

Em leitura:

Caxemira: Paquistão nega envolvimento no ataque a soldados indianos

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de pessoas manifestaram-se em Caxemira e em Nova Deli contra o Paquistão. Os protestos eclodiram após a morte de cinco soldados indianos na região de Caxemira. Um ataque atribuído a Islamabad que nega qualquer envolvimento no incidente.

De acordo com o ministro da Defesa indiano, os militares foram abatidos a tiro por homens que usavam uniformes do exército paquistanês. Islamabad diz que as acusações não têm fundamento.

O ataque já foi considerado o pior dos últimos 10 anos, altura em que os dois países assinaram um cessar-fogo e pode ter consequências na retoma das negociações de paz interrompidas no início do ano devido a um outro incidente.

As datas para um eventual encontro entre os chefes de governo dos dois países estavam ainda a ser discutidas. Os analistas admitem que o ataque tenha por objetivo impedir um acordo.

A região de Caxemira esteve na origem de duas guerras, entre a Índia e o Paquistão, desde a independência do império britânico em 1947. Reclamado pelos dois países, o território está dividido por uma linha controlada pelas Nações Unidas.