Última hora

Última hora

Comissão Europeia insta Malta a acolher 102 emigrantes ilegais

Em leitura:

Comissão Europeia insta Malta a acolher 102 emigrantes ilegais

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia instou Malta a permitir que 102 emigrantes ilegais africanos recolhidos por um navio tanque entrem no país.

A Comissão Europeia adiantou que este estado da União Europeia tem o dever moral de acolher os emigrantes socorridos ao largo da Líbia, entre os quais estão uma mulher ferida, quatro grávidas e um bebé de cinco meses.

A marinha italiana tinha pedido ao comandante do navio tanque para levar os emigrantes para o porto mais próximo, que se situava na Líbia, mas o pedido foi ignorado.

A Comissão Europeia alega que uma vez que o navio está agora mais próximo de Malta, os emigrantes devem ser autorizados a desembarcar o mais cedo possível e que qualquer discussão sobre que país deve acolher por lei os emigrantes, deverá ficar para mais tarde. A prioridade imediata é salvar vidas humanas.

Em julho Malta registou o maior afluxo de emigrantes ilegais de sempre, num só mês: cerca de 1000.