Última hora

Última hora

Pedófilo espanhol ficou em prisão preventiva em Madrid

Em leitura:

Pedófilo espanhol ficou em prisão preventiva em Madrid

Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal de Madrid decidiu que o pedófilo espanhol Daniel Galván vai ficar aguardar, em prisão preventiva, a decisão sobre eventual extradição para Marrocos.

Galván, de 63 anos, foi detido, esta terça-feira, na localidade espanhola de Múrcia, depois de ter sido revogado o indulto concedido pelo rei de Marrocos.

O criminoso tinha sido libertado da prisão marroquina onde cumpria uma pena 30 anos de por abuso sexual de 11 crianças, graças à amnistia de Mohammed VI.

A libertação de 48 prisioneiros foi anunciada após visita do rei espanhol Juan Carlos a Marrocos e justificada com as relações de amizade entre os dois países.

Mas o indulto gerou violentos protestos em Marrocos e Mohammed VI foi obrigado a voltar atrás.