Última hora

Última hora

Egito: Governo está a "perder a paciência" com apoiantes de Morsi

Em leitura:

Egito: Governo está a "perder a paciência" com apoiantes de Morsi

Egito: Governo está a "perder a paciência" com apoiantes de Morsi
Tamanho do texto Aa Aa

O governo do Egito reafirmou, esta quarta-feira, que vai pôr rapidamente fim aos dois acampamentos na capital onde se concentram, há várias semanas, os apoiantes do presidente deposto, Mohamed Morsi.

O executivo ameaçou enviar em breve as forças de segurança porque a paciência se está a esgotar.

Pouco antes, tinha anunciado o falhanço da mediação internacional, o que não surpreendeu os habitantes do Cairo.

“As negociações não podem ter sucesso, porque a liderança dos apoiantes de Morsi é intransigente quanto ao seu ponto de vista. A presidência está a proceder corretamente, mas os apoiantes de Morsi estão na direção errada”, disse um transeunte.

“As negociações estão fadadas ao fracasso porque, em primeiro lugar, não reconheço o governo saído do golpe militar. Como é que se faz um golpe militar e depois se espera poder negociar?”, questionou outro, que apoia o campo oposto.

Os últimos a tentarem chegar a bom porto foram os senadores dos Estados Unidos, John McCain e Lindsey Graham, que pediram a libertação dos presos políticos, incluindo Morsi, e apelaram ao início de um diálogo nacional.

A mediação tem envolvido, ainda, diplomatas da União Europeia, Qatar e Emirados Árabes Unido.