Última hora

Última hora

Alemanha: SPD intensifica campanha para tentar derrubar Merkel

Em leitura:

Alemanha: SPD intensifica campanha para tentar derrubar Merkel

Tamanho do texto Aa Aa

O partido social democrata alemão recorre a milhares de voluntários para tentar captar, porta-a-porta, votos que ajudem a derrubar a chanceler conservadora Angela Merkel, nas eleições de 22 de setembro.

O SPD tem 25% das intenções de voto; a que acrescem 13% dos Verdes, parceiro de coligação, de acordo com as mais recentes sondagens.

Um voluntário diz que “é muito importante reconquistar eleitores do SPD que no passado já votaram no partido, mas que, infelizmente, nas eleições anteriores ficaram em casa. Tentamos mobilizá-los, dizendo: “eleitores do SPD, por onde é que andam?”

O principal rival é o partido conservador, CDU, liderado por Angela Merkel, que vai à frente nas intenções de voto, com 40%. Merkel conta ainda com 5% de votos atribuídos aos liberais, com os quais está coligada.

Peer Steinbrück, candidato a chanceler pelo partido, já disse que não admite coligar-se com Merkel.

Resta saber se, para chegar ao poder, o SPD poderá aceitar o apelo do Die Linke para ser parceiro de coligação. O partido da esquerda mais radical arrecada 7% das intenções de voto.

Mas o SPD desconfia do passado comunista que leva o Die Linke a defender medidas polémicas tais como o fim da NATO, e a votar contra os planos de resgate a países sob ajustamento como Portugal.