Última hora

Última hora

Relações EUA/Rússia "congelam" como na Guerra Fria

Em leitura:

Relações EUA/Rússia "congelam" como na Guerra Fria

Tamanho do texto Aa Aa

O líder dos Estados Unidos é por estes dias pouco apreciado pelo governo russo, mas o presidente Vladimir Putin fez questão de revelar que enviou, esta quinta-feira, um telegrama a desejar as melhoras ao ex-Presidente George W. Bush, que foi operado ao coração.

Um gesto que mostra como Putin preferia o homólogo conservador ao atual democrata, um dia depois de Barack Obama ter cancelado uma cimeira bilateral.

A analista Maria Lipman realça que “esta é uma decisão muito dramática. De acordo com a imprensa norte-americana, há décadas que não acontecia um cancelamento como este por parte dos Estados Unidos. Do lado russo, o antigo líder soviético Nikita Khruschev cancelou a reunião com o presidente norte-americano Eisenhower quando o avião de um espião americano foi abatido, em 1960, em território soviético”

Era o tempo da Guerra Fria, como mencionou o presidente Obama, que cancelou o encontro porque a Rússia concedeu asilo ao ex-consultor norte-americano foragido Edward Snowden.