Última hora

Última hora

Ancara aconselha turcos a saírem do Líbano após rapto de dois pilotos

Em leitura:

Ancara aconselha turcos a saírem do Líbano após rapto de dois pilotos

Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia aconselhou os seus cidadãos a saírem do Líbano, depois do sequestro de dois pilotos turcos perto do aeroporto de Beirute.

O rapto poderá ser uma represália pelo apoio diplomático de Ancara aos rebeldes sírios.

A autoria foi reivindicada pelo até agora desconhecido “grupo dos visitantes do Imã Ali al-Rida”, num comunicado difundido pelos media libaneses. O grupo exige a libertação de nove peregrinos xiitas libaneses, capturados pela rebelião síria em Maio de 2012.

O presidente turco frisou que “o Líbano é um lugar de risco e todos os turcos que aí se encontram devem tomar as precauções adequadas”. Abdullah Gul sublinhou que está a ser feito tudo o possível para garantir a libertação dos pilotos da companhia turca, mostrando esperanças de que “voltem em breve, sãos e salvos”.

As famílias dos peregrinos libaneses de confissão xiita manifestaram-se várias vezes, durante o último ano, em frente aos escritórios da Turkish Airlines em Beirute, para pedir a Ancara que use a influência perto dos rebeldes para obter a sua libertação.