Última hora

Última hora

Obama promete "mais transparência" nos programas de espionagem

Em leitura:

Obama promete "mais transparência" nos programas de espionagem

Obama promete "mais transparência" nos programas de espionagem
Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama anunciou uma série de medidas para controlar melhor e oferecer “mais transparência” aos programas de espionagem dos Estados Unidos, incluindo uma revisão da parte polémica do Patriot Act que autoriza a recolha de registos telefónicos.

Obama: “Podemos e devemos ser mais transparentes. Quero voltar a deixar claro que os Estados Unidos não estão interessados em espiar cidadãos comuns. Os nossos serviços secretos estão focados em encontrar informação necessária para proteger a nossa população e, em muitos casos, para proteger os nossos aliados”.

A respeito de Edward Snowden, responsável pela revelação dos polémicos programas norte-americanos e hoje refugiado na Rússia, o presidente norte-americano disse que o analista informático “não é um patriota”.

O fundador do serviço de correio eletrónico encriptado Lavabit, supostamente usado pelo ex-consultor da CIA, anunciou entretanto a suspensão de atividades, entre especulações de que estará a tentar evitar problemas legais.

A revelação do programa norte-americano de vigilância da internet, nomeado PRISM, destabilizou as relações dos Estados Unidos com vários países aliados, entre os quais a Alemanha.