Última hora

Última hora

"Putin: O Czar da homofobia"

Em leitura:

"Putin: O Czar da homofobia"

Tamanho do texto Aa Aa

Manifestações este sábado em vários pontos do globo contra as novas leis anti propaganda gay na Rússia. No dia da abertura dos Campeonatos do Mundo de Atletismo em Moscovo, os homossexuais quiseram condenar a política de “Vladimir Putin, o Czar da homofobia”, segundo um veterano da causa, o britânico Peter Tatchell.

Os protestos desceram às ruas de Londres, de Antuérpia, ou ainda de Telavive onde, à porta da embaixada russa, uma israelita considerou que “a Rússia não está a cumprir com as suas responsabilidades em relação aos cidadãos homossexuais, o que representa uma violação dos Direitos Humanos” e motivou a manifestação deste sábado à noite em Israel.

No Estado hebreu, como em Nova Iorque e noutros países, alguns bares gays iniciaram um boicote e pararam de vender vodka russo em protesto contra a nova legislação.

O Comité Olímpico Internacional já disse que quer esclarecimentos sobre a nova lei antes dos Jogos de Sochi. O presidente norte-americano considerou que a melhor resposta é os homossexuais e lésbicas conquistarem medalhas nos Jogos Olímpicos de Inverno do próximo ano.