Última hora

Última hora

Londres mobiliza navios militares, Madrid pondera recorrer à ONU

Em leitura:

Londres mobiliza navios militares, Madrid pondera recorrer à ONU

Tamanho do texto Aa Aa

A mobilização de navios militares de Portsmouth para Gibraltar, aos quais se vai juntar uma fragata de guerra, nada tem a ver com a escalada de tensão entre Londres e Madrid, garante o Ministério da Defesa britânico, que assegura tratarem-se de manobras de rotina. Mas a argumentação de ambos os lados está a aumentar de tom.

Mais uma vez, o pequeno território de Gibraltar ensombra as relações entre os dois países. Espanha diz que está a ponderar um recurso às Nações Unidas. O governo britânico afirma que está a estudar medidas legais contra o que qualifica de atos “totalmente desproporcionados” e “sem precedentes”. Estes atos dizem respeito, sobretudo, ao reforço das autoridades espanholas no confrolo fronteiriço do Rochedo, provocando filas de horas.

Uma condutora explicava que “as operações são demasiado rigorosos e são uma falta de respeito para os 10 mil trabalhadores que têm de atravessar a fronteira, e para os 15 mil habitantes que vêm fazer compras a Espanha. Todos saem prejudicados.”

O novo braço de ferro entre os dois países foi desencadeado pela instalação de blocos de cimento ao largo de Gibraltar, com o pretexto de criar reservas artificiais de peixe, mas mantendo à margem os pescadores espanhóis.