Última hora

Última hora

O mais procurado criminoso nazi faleceu sem julgamento

Em leitura:

O mais procurado criminoso nazi faleceu sem julgamento

Tamanho do texto Aa Aa

Tinha 98 anos e esteve no topo da lista dos mais procurados criminosos nazis da Segunda Guerra Mundial. Antes que o seu processo judicial chegasse ao fim, o húngaro Lazlo Csatary faleceu num hospital de Budapeste, no passado sábado, na sequência de uma pneumonia.

Csatary foi julgado à revelia em 1947, tendo sido condenado à pena de morte por crimes contra a Humanidade. Durante décadas esteve desaparecido. Foi descoberto em 1995, no Canadá, onde trabalhava como comerciante de arte. No entanto, conseguiu evaporar-se novamente. No ano passado, uma investigação jornalística britânica detetou-o na Hungria. Enquanto aguardava um novo processo, Csatary estava sob prisão domiciliária.

O antigo chefe do campo de Kosice, na atual Eslováquia, era considerado responsável por atos de tortura, execuções, e pela deportação de quase 16 mil judeus para os campos de concentração nazis.