Última hora

Última hora

Holandeses prestam homenagem a Johan Friso

Em leitura:

Holandeses prestam homenagem a Johan Friso

Tamanho do texto Aa Aa

Os habitantes de Haia começam a dirigir-se ao palácio real para prestar homenagem ao príncipe Johan Friso, que faleceu esta segunda-feira. O príncipe morreu de complicações que surgiram devido aos danos provocados no cérebro pela falta de oxigénio, depois do acidente de esqui, a 17 de fevereiro, de 2012, na estância de Lech, na Áustria.

Estava em coma desde então, contudo, os holandeses ficaram chocados com a notícia, como confirma esta holandesa: “É um choque. Quero dizer, sabíamos que ele estava em coma e provavelmente não ia recuperar mas, mesmo assim, é um choque quando realmente acontece. Por isso vim aqui trazer uma flor, para a família real.

Este holandês recorda que “ele esteve 18 meses em coma. Isso deve ter sido muito difícil para a família e, em especial, para a mãe, a rainha Beatriz. Embora ela agora seja princesa, para mim será sempre rainha.

“Penso que seja muito difícil para as princesas Beatriz, Mabel e para as filhas dele. É um período muito difícil”, desabafa esta holandesa.

O príncipe Johan Friso tinha 44 anos e, em fevereiro de 2012 foi apanhado por uma avalanche na Áustria, ficando soterrado cerca de 20 minutos.

Friso casou em 2004 com Mabel Wisse Smit, com a qual teve duas filhas, Luana e Zaria.