Última hora

Última hora

Nordeste da China debaixo de água

Em leitura:

Nordeste da China debaixo de água

Nordeste da China debaixo de água
Tamanho do texto Aa Aa

Já são consideradas as piores inundações das últimas duas décadas no nordeste da China.

As chuvas torrenciais e a subida do caudal dos rios deixaram várias regiões submersas. Pelo menos cinco pessoas morreram e três estão dadas como desaparecidas.

As culturas de milho, soja e batata estão perdidas. O primeiro balanço aponta para prejuízos na ordem de um milhão de euros.

O mau tempo levou, ainda, à suspensão das ligações entre as cidades chinesa de Heihe e a vizinha russa Blagoveshchensk.

Um oficial chinês garante que há todo conjunto de equipas no terreno a acompanhar os passageiros e a monitorizar a subida do nível da água.

As previsões meteorológicas anunciam mais chuva para os próximos dias e dores de cabeça para os que tentam atravessar a fronteira entre a Rússia e a China.

Em julho, as inundações tinham já provocado dezenas de mortos no centro e sul do país.