Última hora

Última hora

Zona euro sai da recessão

Em leitura:

Zona euro sai da recessão

Tamanho do texto Aa Aa

A economia da zona euro virou a página da recessão. Pelo menos é o que revelam os dados divulgados, hoje, pelo Eurostat. Entre abril e junho, o Produto Interno Bruto dos 17 cresceu 0,3% em relação aos três meses anteriores impulsionado pela Alemanha e pela França.

O aumento da procura interna e das exportações contribuiu para os bons resultados.

A Comissão Europeia diz que ainda é cedo para festejar.

“A economia registou uma recuperação sustentada, mas devemos prosseguir o combate à crise através de reformas económicas e controlo dos défices de forma, a lançar as bases para a construção uma verdadeira União Económica e Monetária” afirma Chantal Hughes porta-voz da Comissão Europeia.

Espanha e Itália mantêm-se em recessão técnica. A economia italiana recuou 0,2 por cento do primeiro para o segundo trimestre, enquanto a economia espanhola contraiu 0,1%.

“A economia alemã está em expansão e a França não está mal, mas há países do sul da Europa em dificuldade. Temos, portanto, uma Europa a duas velocidades com a Alemanha virada para a austeridade e, ao mesmo tempo, a crescer. Não me parece, por isso, que os problemas da zona euro estejam resolvidos” refere um analista.

Portugal surpreendeu pela positiva. O Produto Interno Bruto nacional cresceu 1,1 por cento face ao trimestre anterior. A estimativa máxima era de 0,6 por cento. Número que permitem inverter o movimento de queda que se arrastava desde 2010.