Última hora

Última hora

Olinguito: A nova espécie de carnívoros identificada no hemisfério ocidental em 35 anos

Em leitura:

Olinguito: A nova espécie de carnívoros identificada no hemisfério ocidental em 35 anos

Tamanho do texto Aa Aa

Chama-se olinguito. Mede cerca de 35 centímetros e pesa à volta de 900 gramas.

É a primeira nova espécie de carnívoros a ser identificada no hemisfério ocidental em 35 anos.

Tudo começou há dez anos quando o zoólogo Kristofer Helgen, do Museu de História Natural do Instituto Smithsonian, encontrou numa gaveta peles e ossos de uma espécie erradamente etiquetada.

“Não conseguimos encontrar alguém que saiba algo sobre este animal. Não encontrámos nomes nativos para ele, por isso usámos o termo “olinguito”.
A maioria das pessoas com quem discutimos ou estudámos este caso sob diferentes pontos de vista não distingue quincajus, olingos e olinguitos entre si, e por vezes nem mesmo de primatas”, disse Helgen.

O olinguito vive em florestas da Colômbia e do Equador onde a neblina é frequente e pertence à mesma família dos guaxinins. Alimenta-se de insetos e sobretudo de fruta.

Por ter sido confundido com o olingo, um mamífero semelhante, esteve muitos anos afastado dos olhares da ciência.