Última hora

Última hora

Sindicatos tunísinos aumentam a pressão sobre o governo de Ghannouchi

Em leitura:

Sindicatos tunísinos aumentam a pressão sobre o governo de Ghannouchi

Tamanho do texto Aa Aa

Na Tunísia, o UGTT, o sindicato capaz de fazer parar todo o país, ameaça aumentar a pressão sobre o governo de Rached Ghannouchi até ser formado um executivo de unidade nacional reclamado pela oposição.

O lider do partido islamita Ennahda e chefe do governo, tenta acalmar os ânimos apontando o exemplo da situação difícil por que passa o Egito.

Em conferência de imprensa, Ghannouchi referiu: “Estou a dizer aos tunisínos que precisamos de aprender com as lições do Egito e permanecer unidos e fortes para encontrar um consenso, para evitar que um outro Sisi surja na Tunísia”.

Ghannouchi considera que um governo apolítico e a dissolução da assembleia nacional constituem um perigo que pode lançar o país no vazio institucional e na anarquia.

Mas os sindicatos pedem uma solução política rápida para acabar com a espiral de violência na sociedade tunisina e encontrar soluções para a catástrofe económica e social que o país atravessa.