Última hora

Última hora

Arranca a Liga de Cristiano Ronaldo e Messi

Em leitura:

Arranca a Liga de Cristiano Ronaldo e Messi

Tamanho do texto Aa Aa

Arranca este fim de semana a Liga espanhola, o campeonato onde alinham os dois melhores futebolistas da atualidade, o português Cristiano Ronaldo e o detentor do titulo FIFA, o argentino Lionel Messi. As respetivas equipas de ambos, Real Madrid e Barcelona, as duas principais candidatas ao título, entram em campo, porém, apenas este domingo.

Real Sociedade-Getafe, Athletic de Bilbao-Valladollid e o Valência-Málaga abrem a competição este sábado. Este último jogo representa, aliás, um autêntico confronto luso com a equipa da casa a ter nas suas fileiras Ricardo Costa, João Pereira e o recém -contratado Hélder Postiga. Do lado, do Málaga, o treinador alemão Bernd Schuster conta com um quarteto lusitano composto por Eliseu, Duda, Antunes e o ex-Académica Flávio Ferreira.

Mas é no domingo que entram em campo os dois principais candidatos ao título. O Barça tem operacional a grande contratação do defeso até à data: o brasileiro Neymar, ex-Santos, que custou aos catalães 57 milhões de euros. Nas contas do onze, as maiores preocupações do novo treinador, o argentino ‘Tata’ Martino era contudo a defesa, onde já deverá surgir, para descanso do técnico, o recuperado Carles Puyol.

“O que eu digo é que desde que Puyol esteja bem – e ele vai estar porque a recuperação dele tem sido fantástica -, com Piqué, Mascherano, Bartra, Adriano ou Busquets no centro da defesa, nós estaremos bem”, confia ‘Tata’ Martino, que deverá promover, espera-se, a junção de Messi e Neymar em simultâneo no relvado de Camp Nou.

Em Madrid, Fábio Coentrão pediu para sair do Real. a revelação partiu do próprio treinador Carlo Ancelotti, na conferência de imprensa de antevisão à receção ao Bétis de Sevilha: “Coentrão informou o Real Madrid de que pretende sair, por isso não está na lista de convocados nem jogará com o Levante.”

Certos, no onze dos vice-campeões espanhóis, este domingo, estão os outros dois internacionais portugueses da armada madridista: Pepe e Cristiano Ronaldo. “[O Pepe] teve um problema, sofreu um golpe no jogo pela seleção de Portugal, mas está bem. Hoje treinou-se bem e vai jogar”, garantiu Ancelotti sobre o defesa.

Sobre a questão do guarda-redes, na qual há grande expectativa depois de na época passada José Mourinho – agora no Chelsesa – ter relegado Iker Casillas para o banco por troca com Diego Lopez, Ancelotti manteve o suspense: “Ainda não decidi. Escolho amanhã (domingo). De qualquer forma, não vou revelar a equipa que vai jogar porque ainda não falei com os jogadores e prefiro falar com eles primeiro. Mas será uma equipa competitiva”, prometeu o treinador italiano, ex-Paris Saint-Germain, que chutou para canto (usando gíria futebolística) a pergunta sobre o estado das negocições galáticas pelo galês Gareth Bale, do Tottenham – o clube inglês incluiu o jogador no plantel da nova época com o número 11, o mesmo número que o Real deixou curiosamente vago na numeração para 2013/14.

O primeiro objetivo na mente de Ancelotti é que ficou claro nesta conferência de imprensa: conquistar a affición madridista: “Aqui, no Real Madrid, não é uma questão apenas de se ganhar. Temos de ganhar e jogar bem, jogar de forma ofensiva e eu acredito que vamos manter essa filosofia: jogar bem e ganhar.”

Para além do Real Madrid-Bétis e do Barcelona-Levante, nos jogos de domingo podemos ainda destacar a visita do terceiro classificado da última Liga, o Atlético de Madrid, de Tiago, ao terreno do Sevilha, do trio lusitano Beto, Daniel Carriço e Daniel Figueiras. O Espanhol, de Simão Sabrosa, entra em campo apenas na segunda-feira.

A 1.a jornada da Liga espanhola (hora espanhola):
Sábado
Real Sociedade-Getafe (19h)
Valladolid-Ath. Bilbao (21h)
Valência-Málaga (23h)
Domingo
Barcelona -Levante (19h)
Real Madrid-Bétis de Sevilha (21h)
Osasuna-Granada (21h)
Sevilha-At. Madrid (23h)
Segunda-feira
Rayo Vallecano-Elche (20h)
Celta de Vigo-Espanhol (22h)
Almería-Villarreal (22h)