Última hora

Última hora

Egito: Alemanha e Qatar pedem diálogo para resolver crise

Em leitura:

Egito: Alemanha e Qatar pedem diálogo para resolver crise

Tamanho do texto Aa Aa

O diálogo é a única solução para o Egito. A ideia foi defendida pelos ministros dos negócios estrangeiros da Alemanha e do Qatar, depois de um encontro que ocorreu este sábado em Berlim.

Al Attiya, responsável pela diplomacia do Qatar, país que apoia a Irmandade Muçulmana, defende que “há um uso excessivo da força que nos deixa preocupados e neste caso condenamos a violência contra os manifestantes e condenamos também a destruição dos equipamentos públicos. Pedimos a quem tem o poder no Egito que ponha fim à violência.”

O ministro alemão, Guido Westerwelle, considera que “o governo egípcio deve encontrar, de forma urgente, mas cautelosa uma forma lidar com a oposição. Não há alternativa a não ser negociar”.

Esta segunda-feira, os embaixadores dos 28 Estados membros da União Europeia vão reunir-se em Bruxelas para analisar a situação no Egito. De acordo com o gabinete da chefe da diplomacia da União Europeia, o objetivo da reunião é encontrar uma posição comum dos Estados membros e examinar “possíveis ações”.